A Luciane do blog Trilheiros.net aceitou o convite do naPlaca para compartilhar algumas dicas com os viajantes que desejam levar seu cãozinho para trilhas pelo mundo, confira abaixo.


Aventuras e trilhas pra cachorro

Viajar para um lugar novo com paisagens inspiradoras, ao ar livre e com clima de aventura é um pouco do que as trilhas proporcionam e é o tipo de viagem que passamos a curtir nos últimos anos com toda a família: eu, meu marido Júnior e a nossa cachorra Leica.

Casal e seu cachorro no alto de uma montanha.

Família na trilha (acervo Trilheiros.net)

O Júnior foi o primeiro a fazer uma grande viagem nesse estilo que foi tão inspiradora que depois me incentivou a experimentar… Eu fiquei com um pouco de receio mas acabei topando tentar. E também me apaixonei! A última a entrar no mundo das trilhas e aventuras foi nossa cachorra porque tínhamos receio dela se perder ou causar nas viagens… mas para a nossa surpresa, ela tirou tudo de letra!

Imagine partir para uma aventura com um companheiro divertido, animado e pronto para tudo! Pois é… o cachorro consegue oferecer tudo isso com carinho e alegria!

Por mais que seja um “cachorro de apartamento” que só vive na cidade, esses animais têm um instinto natural e aprendem rapidamente a caminhar nas trilhas.

cachorro aproveitando um riacho para matar a sede.

Leica matando a sede (acervo Trilheiros.net)

Esse cachorrinho branco das fotos é Leica, nossa schnauzer miniatura. Foi por um acaso numa pousada que ficamos hospedados com algumas trilhas ao redor que descobrimos a aptidão dela para aventuras! No começo estava super ansiosa e afoita, mas já no final do primeiro passeio já escolhia com cuidado os melhores caminhos sem se distanciar.

Depois disso, elas nos acompanha sempre que possível. Já acampou na praia, subiu montanhas, tomou banho de cachoeira… Só não viu neve ainda… hehe

Cachorro olhando para as pessoas que se divertem no mar

Acampamento na praia (acervo Trilheiros.net)

Com o tempo, aprendemos algumas dicas para quem quer levar seu amigo cão nas próximas aventuras.

Se o seu cachorro não costuma caminhar muito, precisa começar a caminhar distâncias maiores para ter preparo físico. Vá aumentando as distâncias e de preferência em locais com grama e terra e não somente asfalto.

Dicas para cachorros iniciantes:

  • Comece por trilhas mais curtas e fáceis para seu cachorro aprender a dinâmica e acostumar-se com o mato. E faça algumas pausas para descanso e de preferência com sombra.
  • Utilize a guia/coleira no início e vá treinando seu cachorro para andar aos poucos sem ela pois o mato tem uma infinidade de cheiros e coisas que vão instigar a curiosidade dele. E ele precisa obedecer ao seu chamado para não sair correndo por aí e perder-se.
  • Leve água para ele beber e hidratar-se pois não é toda trilha que tem riachos ou quedas d’água disponíveis. E não se esqueça da ração. Como o esforço físico é maior, nós sempre levamos um pouco mais da porção que a Leica costuma comer sendo que antes da caminhada oferecemos uma porção menor para ela não ter problemas de digestão e depois da caminhada oferecemos o restante.
  • Cuidado para seu cão não comer ou destruir a vegetação pois existem plantas tóxicas e assim como nós preservamos a vegetação e fauna, seu cachorro precisa fazer o mesmo.
  • Se encontrar riachos ou lagos não force o seu cachorro a entrar, entre primeiro você e deixe a critério dele segui-lo ou não. A Leica, por exemplo odeia água profundamente então ela só se aproxima para beber e fica esperando enquanto nós damos um mergulho rs
  • Há algumas mochilas especiais para cachorro. Pois é, seu cachorro pode ser um mochileiro também! rs Utilizamos essa mochila quando vamos acampar e assim a Leica leva a própria ração na mochila. A mochila é boa também para proteger o animal de galhos e arranhões quando a trilha é mais fechada. Tenha apenas cuidado com o peso da mochila pois seu cachorro não está acostumado, procure deixar o peso de ambos os lados equivalentes e não é todo animal que aceita andar com o acessório!
cachorro deitando, descansando com sua mochila própria.

Leica descansando com sua mochila (acervo Trilheiros.net)

 

Recomendações:

  • Verifique com antecedência se a presença de cães é permitida no local onde você planeja fazer a trilha.
  • Confira se as vacinas estão em dia e se está no período de dar o vermífugo. É recomendado também aplicar um produto anti-pulgas e anti-carrapatos pois geralmente o mato tem estes insetos. Avalie também conversar com o veterinário antes de fazer a trilha.
  • Utilize a coleira quando tiver pessoas desconhecidas na trilha. Seu cachorro pode ser o mais dócil e inofensivo mas há pessoas que têm medo. Essa é uma forma de respeito e garantia do controle do seu cachorro.
  • Leve saquinhos para colher as necessidades do seu cachorro e descarte numa lixeira adequada. Outra possibilidade é enterrá-las.

Espero que vocês aproveitem esta experiência juntos pois relaxa, faz bem para a saúde e a diversão é garantida!

Luciene e Leica explorando juntas (acervo Trilheiros.net)

Luciane e Leica explorando juntas (acervo Trilheiros.net)

Escrito por:

Deseja compartilhar experiências e conhecimentos sobre a prática de trilhas incentivando e apoiando outros trilheiros.

E ai, gostou? Você também pode compartilhar suas dicas ou contar suas histórias de viagem, assim como a Luciane fez. É só clicar em Conte sua História e escrever sobre suas experiências e aventuras.

Boa viagem !!




Voltar para lista

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.