Fazer o passeio com elefantes na Tailândia é uma das experiências mais incríveis e profundas que um ser humano pode ter. Mas antes de mais nada é preciso saber muito bem com que você fará esse passeio, já que o histórico de maus tratos a elefantes em toda Ásia assustador.

No post de hoje vou contar toda a jornada que me levou a uma das experiências mais marcantes da minha vida. Como eu escolhi a reserva Elephant Jungle Sanctuary, como foi a visita, quais tipos de passeio você pode fazer e quanto custou tudo isso, além de dicas para ajudar você a ter uma experiência incrível também.

Leia também:
Montando um roteiro pela Tailândia
Tailândia, quais os documentos necessários?

Escolhendo o Elephant Jungle Sanctuary

Existem diversas empresas que te levam para reservas onde são criados alguns elefantes, entretanto, é preciso ficar atento para não acabar indo a um local que abusa dos animais para agradar turistas

Pesquisei muito até escolher o Elephant Jungle Sanctuary em Chiang Mai como a reserva que iria me proporcionar passar um tempo do lado de elefantes.

Elephant Jungle Sanctuary

Entrada de um dos acampamentos do Elephant Jungle Sanctuary (foto: naPlaca)

Troquei alguns e-mails, procurei referências na internet, fucei o site deles inteiro e finalmente percebi que eles realmente se preocupam com os elefantes. Ele não forçam os bichinhos a realizar truques como pintar quadros ou se equilibrar em cima de bolas e nem permitem que os visitantes montem nos elefantes.

Clique aqui e encontre os melhores hotéis e hostels de Chiang Mai

O que eles oferecem é uma experiência onde você experimenta um pouco de como é a vida desses elefantes, e era exatamente isso que eu estava procurando.

Tipos de passeio com elefantes

Existem algumas opções de passeio no Elephant Jungle Sanctuary, o mais tradicional deles e encontrado também em outras reservas é o Half Day with Elephants, que nada mais é do que meio dia com os elefantes. Há também opções para passar um dia e uma noite com eles e também a caminhar com eles pelas montanhas.

Elephant Jungle Sanctuary

Os elefantes ficam soltos na maior parte do tempo no Elephant Jungle Sanctuary (foto: naPlaca)

Eu escolhi justamente esse último, conhecido como One Day Walk with Elephants, que engloba o passeio tradicional de meio dia, mas também inclui uma caminhada de mais de uma hora com os elefantes soltos na montanha. Simplesmente incrível.

O passeio tradicional com os elefantes

O passeio começa com uma longa explicação dos guias sobre a situação atual dos elefantes na Tailândia e como ele acabaram nessas reservas. Ela explica também como é cruel o processo de “quebra de espírito” utilizado pelos homens que capturam e domesticam os elefantes a força, no artigo Como evitar uma reserva que maltrata os Elefantes na Tailândia eu falo mais sobre isso.

Na sequência as grandes estrelas chegam, os elefantes começam a se aproximar do acampamento, cada um com um tutor que é responsável por aquele elefante. Apesar de serem animais dóceis, os elefantes ainda são animais selvagens, fortes e bem pesados, então todo cuidado é pouco.

Elephant Jungle Sanctuary

É bom demais receber o carinho desse animais que sofreram tanto (foto: naPlaca)

Uma menina do nosso grupo se assustou com um elefante e por consequência o assustou também, ela caiu no chão e por pouco não foi pisoteada, então todo cuidado é pouco e um seguro viagem é essencial.

Você pode encontrar seu seguro viagem pelo comparador da Real Seguros ou diretamente neste link AQUI. Caso você use este link, me ajuda a continuar escrevendo o blog e seguir ajudando pessoas a viajar o mundo com uma pequena comissão. Ah! E você não pagará nada a mais por isso.

Ficamos algum tempo os alimentando com cana-de-açúcar e bananas, bananas essas que eles preferem descascadas, então, quando estiver por lá facilite a vida deles e entregue as bananas descascadas.

Elephant Jungle Sanctuary - Alimentação

No começo da um pouco de medo, mas eles são super cuidados na hora de pegar a comida (foto: naPlaca)

Em seguida partimos para o banho de lama, os elefantes se divertem nesse lugar, caem um por cima do outro e espirram lama para todo lado. Você é claro entra na bagunça e se diverte junto com eles e com os guias que fazem questão de jogar lama em quem está limpinho demais.

Elephant Jungle Sanctuary - banho de lama

Falam que banho de lama faz bem pra pele né, será? (foto: naPlaca)

Depois da sujeira é hora de se limpar, todos seguem para o rio para tirar a lama dos elefantes e para receber jatos de água dos grandões que parecem o tempo todo estarem se divertindo.

Elephant Jungle Sanctuary - Banho no rio

Aqui tem que tomar cuidado porque os elefantes se jogam e deitam no rio, e podem acabar acertando seu pé (foto: naPlaca)

É importante ressaltar que fiquei atento o tempo todo tentando perceber qual quer sinal de maus tratos e felizmente não vi nada, muito pelo contrário, alguns tutores realmente eram muitos carinhosos com seus elefantes.

Depois do banho voltamos todos para o acampamento, almoçamos uma comida simples mais bem saborosa e então, para quem pagou pelo passeio de meio dia, essa é a hora de ir embora, não foi o meu caso.

Um dia inteiro caminhando com os elefantes

Depois de almoçar no meio do acampamento, segui pela floresta junto com outros visitantes e com os guias, atravessando uma trilha no meio de uma pequena montanha, os elefantes caminhavam livremente próximos a gente, e pra mim essa foi a melhor parte do passeio, andar no meio de uma floresta com elefantes totalmente livres, sem nenhum tipo de coleira ou corrente foi uma experiência única.

Elephant Jungle Sanctuary - Andando na montanha com elefantes

Andar com eles pela floresta da montanha foi o momento mais especial (foto: naPlaca)

Depois deixamos os elefantes próximos ao acampamento e seguimos andando para conhecer outros acampamentos da região, passamos por uma pequena vila onde tailandeses vendem doces típicos como o sorvete de feijão assim como outros tipos de artesanato.

Leia também:
Chip de Internet: Fugindo do roaming de dados na Tailândia
Clima na Tailândia, quando ir para evitar a época chuvas

Então chegamos ao último acampamento, o local onde encontramos um bebê elefante de apenas um mês de vida, pudemos acariciar a mamãe elefante e brincar com seu filhote, que apesar de apenas um mês de vida era forte pra caramba.

Elephant Jungle Sanctuary - Elefante bebê

Mesmo com apenas um mês de vida o bichinho é forte (foto: naPlaca)

Nesse meio tempo conversei mais um pouco com a guia, que me explicou um pouco sobre como eles recuperam esses elefantes e como eles fazem para mantê-los na reserva, no artigo Como evitar uma reserva que maltrata os Elefantes na Tailândia eu falo mais sobre isso também. Depois disso, a caminhonete que nos trouxe até o Elephant Jungle Sanctuary chegou e nos levou de volta até a porta do nosso hostel, o Nap Box Hostel, excelente por sinal.

O valor pago por essa experiência inesquecível

Como mencionei acima, existem várias opções de passeios no Elephant Jungle Sanctuary. O que eu escolhi custou 3500 baht, o equivalente a aproximadamente R$365,00. Entretanto, se só a experiência de meio dia é o suficiente pra você, o valor do passeio fica por 1700 baht (mais ou menos R$177,00).

Elephant Jungle Sanctuary

Não importa qual tipo de passeio você pegar, vai ser incrível (foto: naPlaca)

O valor inclui transporte do hotel até a reserva do Elephant Jungle Sanctuary na ida e na volta, guia fluente em inglês, alimentação, água e vestimentas próprias (que inclusive você ganha uma limpinha de brinde no final). O passeio é todo acompanhado por guias que auxiliam e acompanham os elefantes, afinal, eles ainda são animais selvagens e extremamente pesados que podem, sem querer, machucar um visitante.

Por isso, como mencionei lá em cima, é importante ter um seguro viagem quando for para lá, caso aconteça algum acidente você estará completamente amparado.

Publicidade
Seguro viagem geral 468x60

 

Fazer esse passeio com os elefantes é realmente algo muito marcante, e por mais que eu escreva aqui toda a experiência, só vivendo você mesmo para entender 100% o que eu estou falando.

Espero que tenha ajudado você a entender como funciona esse passeio e também a escolher uma reserva que realmente se preocupa com esse lindos gigantes.

Um grande abraço e boa viagem!

Voltar para lista

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.