O que fazer em Veneza? Muitas pessoas pensam que a única atração marcante de Veneza são os passeios de gôndola, claro que esses passeios são incríveis e talvez o motivo de tantos viajantes chegarem até Veneza, mas a verdade é que a cidade esconde outras atrações incríveis e que todo viajante deve colocar em seu roteiro quando estiver por lá.

Nesse artigo preparei uma lista com 7 dicas de o que fazer Veneza para você poder aproveitar a cidade ao máximo. E já te adianto, o último item da lista você não irá encontrar em todas as listas de coisas pra fazer me Veneza não 😉

Leia também:
Passeio de Gôndola: Quanto custa e como funciona
Onde se hospedar em Veneza, Itália

1- Entrar na Basílica de São Marcos

O que fazer em Veneza - Basílica de São Marcos

A Basílica de São Marcos é o grande símbolo arquitetônico de Veneza, a principal igreja da cidade é um dos pontos turísticos mais visitados de Veneza. A bela construção que vemos hoje é fruto de diversas reformas e atualizações que se inciaram em 828 e só em 1063 viria a se tornar a base da construção que conhecemos atualmente.

Não há taxa de entrada para visitar a Basílica de São Marcos, entretanto, para acessar algumas áreas da igreja como o Museu de São Marcos, Tesouro e a Pá de Ouro é necessário pagar uma taxa que varia de €2 a €5

2- Campanário de São Marcos

O que fazer em Veneza - Campanário de São Marcos

Bem em frente a Basílica de São Marcos há uma imensa torre de quase 100 metros de altura (98,5 metros para ser mais preciso), e lá de cima se tem uma das vistas mais incríveis da cidade. É possível ver a Basílica de São Marcos assim como diversos outros pontos importantes de Veneza, em dias de tempo limpo é possível até avistar algumas ilhas mais distantes como as Ilhas Murano.

A subida até o topo do Campanário de São Marcos é paga e custa €8, para estudantes o valor é de €4.

3- Ponte Rialto

O que fazer em Veneza - Ponte Rialto

Veneza é cortada pelo Grand Canal, que como o nome já sugere, é um canal maior e mais largos que os demais presentes na cidade. Apenas 4 pontes cruzam esse canal e a mais antiga e mais famosa delas é a Ponte Rialto. Essa região é bastante procurada para passeios de gôndola, já que é uma região bem agradável e com várias atrações interessantes.

4 – Ponte dos Suspiros

O que fazer em Veneza - Ponte dos Suspiros

Reza a lenda que a Ponte dos Suspiros recebeu esse nome por causa dos repetidos suspiros que prisioneiros davam ao passar por ela, já quem a ponte estava no fim da rota que levava até a prisão de Veneza. Verdade ou não, a ponte atrai um monte de turistas e se você quer tirar uma foto única, atravesse a passarela que da vista a Ponte dos Suspiros e volte como se fosse passar por baixo dela. Desse lugar você terá a Ponte dos Suspiros só pra você.

5 – Igreja de San Giorgio Maggiore

o-que-fazer-em-veneza (6)

Concluída em 1610 a Igreja de San Giorgio Maggiore é um exemplo clássico da arquitetura renascentista, com fachada de mármore e colunas altas. Do lado de dentro, as janelas são projetadas para que a luz do sol entre e ilumine os altos arcos e o arranjo simples de lajotas de tons branco e terracota.

Clique aqui e encontre os melhores hotéis de Veneza

Se você estiver pelos lados da Piazza São Marcos, com certeza irá encontrar no horizonte a ilha onde está a igreja. Para chegar até lá é só pegar um Vaporetto, aqueles barcos-taxi.

6- Ilhas Murano

O que fazer em Veneza - Ilha Murano

As Ilhas Murano pertencem a Veneza, mas fica um pouco mais distante da ilha principal, 1 km para ser mais exato. São sete ilhas menores, unidas por pontes entre si o que acaba a tornando conhecida como Ilha Murano, já que as conexões entre as ilhas a tornam uma só.

A fama da ilha vem das belíssimas obras em vidros de murano e quase impossível voltar de lá sem uma lembrancinha. Mas lembre-se, se você tem poucos dias em Veneza, planeje bem a visita a Ilha Murano, já que é necessário praticamente um dia inteiro por lá para aproveitá-la 100%

7- Conhecer a Libreria Acqua Alta

O que fazer em Veneza - Libreria Acqua Alta

Sem dúvida alguma esse é o item mais pitoresco e que você não irá encontrar na maioria das listas sobre o que fazer em Veneza. A Libreria Acqua Alta, assim como outras lojas de Veneza, sofre com a “Acqua Alta”, um fenômeno que acontece com certa frequência durante o inverno que eleva o nível da água e por consequência inunda vários estabelecimentos da cidade.

Pensando nisso, em 2004 Luigi Frizzo resolveu usar banheiras e gôndolas para salvar seus livros dessas inundações, tornando a livraria um lugar bem diferente do que estamos acostumados. Nem todos os livros estão a venda, muitas enciclopédias antigas viram decoração no lugar.

Se você quer conhecer um lugar diferente em Veneza, sem dúvida esse é o lugar.

Publicidade
Seguro viagem geral 468x60

 

Como perceber Veneza não tem tantas atrações marcantes como outras famosas cidades europeias, mas o charme de Veneza não está apenas em seus pontos turísticos, se perder por vielas e pequenos canais tornam a experiência de quem conhece a cidade única e sem dúvida alguma, inesquecível.

E você, já conhece Veneza? Conta ai pra gente o que você achou da cidade, assim você também pode ajudar outros viajantes.

Um abraço e boa viagem!

mais artigos sobre VENEZA

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *