Com um acervo de 3 milhões de peças espalhados por um complexo de 5 edifícios que se estendem ao logo das margens do rio Neva, o Museu Hermitage é considerado um dos melhores e maiores museus do mundo. E por isso, quando estive em São Petersrbugo, não pude deixar de visitar esse local repleto de história.

Leia também:
Tudo sobre a Catedral do Sangue Derramado
O estrogonofe de São Petersburgo

Um desses edifícios é o famoso Palácio de Inverno, construído em 1754 quando São Petersburgo era ainda a capital da Rússia, o palácio foi residência oficial dos czares por 150 anos, como Catarina, a Grande e a família Romanov.

Museu Hermitage - São Petersburgo

Artista vestida com roupas típicas de czarina, você pode tirar uma foto com ela, mas vai precisar pagar por isso.

Entre os prédios que fazem parte do complexo, você encontra a Praça do Palácio, onde no centro está o monumento “A coluna de Alexandre” que é uma homenagem a vitória dos russos sobre os franceses em 1812. Nessa praça é muito comum encontrar artistas vestidos como os tradicionais czares russos em buscas de turistas para tirar fotos e ganhar uma grana.

Museu Hermitage - São Petersburgo

A imensa Coluna de Alexandre na praça do palácio em frente a entrada do Museu Hermitage

Em 1904 o palácio deixou de ser residência dos czares, e dez anos depois, durante a Primeira Guerra Mundial o palácio foi adaptado para ser um hospital. Nessa época, o palácio que já contava com milhares de obras de arte, teve grande parte de seu acervo enviado para Moscou e só em 1921 as recebeu de volta quando a Rússia já havia se tornado a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS). Durante a Segunda Guerra Mundial, parte das obras foram enviadas para outras cidades e muitas escondidas no sub-solo do museu, um trabalho de muitos homens e mulheres que arriscaram suas vidas para proteger o acervo do museu e evitar que tudo caísse em mãos alemãs.

Publicidade

 

O Hermitage é interligado por 5 prédios, são eles: o Palácio de Inverno, o Pequeno Hermitage, o Velho Hermitage, o Novo Hermitage e o Teatro Hermitage, que ainda hoje é palco para apresentações mas não está aberto para visitação junto as exposições.

Atualmente o museu possui um acervo de 3 milhões de peças, entre esculturas, pinturas, objetos decorativos, jóias e ouro. Porém, apenas 20% desse acervo fica em exibição. Dizem quer se uma pessoas observasse cada uma das obras por 1 minuto, levaria 11 anos para ver tudo. Porém, talvez seja mais interessante deixar algumas obras de lado para “gastar” mais tempo observando algumas obras como o Relógio do Pavão (que só é ligado uma ver por semana às quartas-feiras), a Escadaria Jordan e o Escritório de Nicolau.

Museu Hermitage - São Petersburgo

Relógio do Pavão, feito totalmente em ouro e pedras preciosas

Museu Hermitage - São Petersburgo

Escadaria Jordan, o primeiro contato ao entrar no Hermitage

Museu Hermitage - São Petersburgo

Escritório de Nicolau, o único aposento que não sofreu alterações

O Hermitage possui essas e muitas outras obras ricas em detalhes e histórias, e com certeza é um lugar que precisa ser visitado, mesmo que seja para fazer uma visita rápida.

Como chegar no Museu Hermitage

Assim como falei no texto sobre a Catedral do Sangue Derramado, a Nevsky Avenue (Avenda Nevsky) é um ótimo luga para se explorar a pé pois várias atrações da cidade estão próximas a ela e o Museu Hermitage não é diferente, basta descer na estaçãoAdmiralteyskaya na linha 5 roxa do metrô que você estará a 650m do museu, basta seguir a avenida no sentido do rio Neva e manter a direita.

Horário de funcionamento

O museu fica aberto para visitação de terça a domingo das 10:30 às 18:00, porém, as quartas e sextas-feira o museu estica um pouco seu expediente e fica aberto até as 21:00. Na segunda-feira ele não abre, por isso, planeje bem seu roteiro para não ter surpresas.

Quanto custa visitar o Museu Hermitage

Os preços para entrar no Museu Hermitage vão de 300 até 700 rublos russos (R$18 e R$43 aproximadamente) se comprados na bilheteria do próprio museu onde as filas normalmente são imensas. Se você preferir comprar on-line antecipadamente no site oficial, você pagará entre $18 e $24.

Encontre seu hotel próximo ao Hermitage, um dos maiores museus do mundo

Além do preço, a diferença entre comprar on-line e comprar na bilheteria é que, na bilheteria você tem a opção de pagar para visitar apenas um dos prédios do complexo e assim economizar uma grana considerável.

DICA: Toda primeira quinta-feira do mês a entrada é gratuita para todos os visitantes, então se você quer economizar na sua viagem é bom considerar isso no seu planejamento.

Vale a pena pagar para entrar?

A resposta é SIM, vale a pena visitar o Museu Hermitage, mesmo que você, assim como eu, não seja muito fã de museus e eu vou explicar porque. O Museu Hermitage é imenso e tem muita coisa pra ver, por isso, Se você não é muito fã de museus é só comprar o ingresso mais básico (300 rublos russos) e visitar as atrações mais importantes do museu como o Relógio do Pavão.

Só é possível ver o relógio em funcionamento uma ver por semana, às quartas-feiras.

Só é possível ver o relógio em funcionamento uma ver por semana, às quartas-feiras.

Mas se você é um apaixonado pela história e adora passar horas em museus, pode comprar um ticket completo (700 rublos russos) que tenho certeza que você vai ver muita coisa interessante.

E ai, planos de ir pra Rússia? Pretende visitar o Museu Hermitage? Fique atento aqui no naPlaca que tem mais conteúdo sobre São Petersburgo vindo.

Um abraço e boa viagem!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *