O moinhos de vento são um símbolo na Holanda, fazem parte da cultura e são também uma das atrações mais procuradas por viajantes que passam por Amsterdam.

Dentro da própria cidade existem 3 moinhos de vento totalmente preservados e que podem ser visitados por turistas, em um deles até funciona um bar, porém, estou aqui hoje para contar sobre os tradicionais moinhos de vento de Zaanse Schans.

Leia também:
Visitamos o Castelo de Haar na Holanda e contamos todos os detalhes
ClinkNoord, o MELHOR hostel de Amsterdam

Os Moinhos de Vento de Zaanse Schans

Essa foi a segunda vez que fui a Amsterdam e como na primeira vez não tive tempo de visitar os Moinhos de Vento, dessa vez conhecê-los era obrigatório.

moinhos de vento

Todos moinhos estão em funcionamento mas apenas alguns estão abertos para visitação (foto: naPlaca)

A vila de Zaanse Schans, além de ponto turístico, teve uma importância econômica muito importante para região. No século 19, quase 1000 moinhos de vento trabalhavam a todo vapor para produzir, mostarda, tinta, papel entre outras mercadorias que eram comercializadas por toda Holanda e até para outros países. Em 1920 restavam apenas 50, foi quando 5 anos depois foi criada a Sociedade de Moinhos de Vento de Zaan, com o objetivo de preservar um pouco da história que aconteceu ali.

Atualmente existem apenas 13 moinhos na região e apesar da maioria deles estarem abertos para visitação, muitos não vivem apenas do turismo e continuam produzindo e comercializando produtos.

Publicidade



Booking.com

Visitar a região trás um pouco do que seria viver na Holanda naquela época. Além dos moinhos de vento, muitas casas da época mantiveram sua estrutura e apesar de algumas servirem como moradia privada, outras funcionam como mercearias, lojas de queijos, restaurantes, waffles e até fábrica de tamancos, uma verdadeira viagem no tempo.

moinhos de vento

Casas típicas, canais moinhos tornam a paisagem incrível (foto: naPlaca)

Quanto custa visitar os Moinhos de Vento de Zaanse Schans

A região onde se encontra os moinhos de vento tem entrada gratuita, você pode andar livremente por toda a vila sem gastar um centavo de euro, porém, se você deseja entrar dentro de um moinho de vento e vê-lo funcionar, o preço costuma ser €4,00.

moinhos de vento

Dentro do De Kat há um quadro com todos os pigmentos produzidos pelo moinho (foto: naPlaca)

Dessa vez que estive lá optei por conhecer o moinho De Kat, um moinho que fabricava e continua a fabricar tinta. Lá de dentro é possível conferir toda a engenhoca que, graças ao vento que empurra as pás do moinho, produz um pó que posteriormente se torna tinta.

Como chegar em Zaanse Schans

Com a gigantesca Estação Central de Amsterdam bem no meio da cidade e com tantos trens chegando e saindo é fácil imaginar que é possível chegar em Zaanse Schans de trem, e realmente é. Basta pegar o trem com destino a Koog-Zaandijk, Zaanse Schans fica a aproximadamente 10 minutos de caminhada da estação.

moinhos de vento

O ônibus 391 da Conexxion é a forma mais fácil de chegar em Zaanse Schans (foto: naPlaca)

Porém, a maneira mais fácil de chegar aos moinhos de vento de Zaanse Schans é através do ônibus 391 da empresa Conexxion, esse ônibus vermelho que te deixa na porta da vila fica no fundo da Estação Central de Amsterdam, no piso superior. Ele não costuma estar sempre na mesma plataforma, por isso, chegando lá pergunte para algum fiscal onde pegar o ônibus ou então de uma conferida nos visores que indicam que ônibus está em cada plataforma.

Encontre as melhores opções de hospedagem em Amsterdam aqui

O passagem do ônibus pode ser comprada diretamente com o motorista por €5,00 e a viagem dura aproximadamente 45 minutos.

Quando visitar os moinhos de vento de Zaanse Schans

É possível visitar Zaanse Schans em qualquer época do ano, porém, o ideal mesmo é visitar em uma época onde o calor predomine e o dia esteja mais bonito. Eu acabei visitando em um dia frio e de muito vento, me impressionei mesmo assim, mas se o céu estivesse azul as fotos teriam ficado muito melhores.

moinhos de vento zaanse schans

Escolha bem o dia que irá visitar os moinhos para não pegar um tempo fechado que nem eu peguei (foto: naPlaca)

Se você tiver alguma dúvida sobre o passeio para Zaanse Schans não deixe de perguntar através do campo de comentários abaixo.

Um grande abraço e uma ótima viagem para você.

Voltar para lista

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.