Descobrimos e nos apaixonamos pela ilha caribenha mais singular de todas, um lugar incrível com paisagens de tirar o fôlego e pessoas que parecem ter saído de contos de “RASTA”.

Quando pensamos em Jamaica, logo nos vem a cabeça o veloz corredor Usain Bolt (o homem mais rápido de todos os tempos), ou então Sir Bob Marley uma verdadeira lenda, o cara que mudou uma geração e continua a influenciar seu país com suas canções e ritmo. Sim, a Jamaica é tudo isso, mas, não somente isso…

No post abaixo trarei algumas experiências vividas na ilha e as principais informações para a Jamaica estar na sua lista de próximas viagens.

Água cristalina das praias de Negril

Pense num lugar onde todas as praias tem águas cristalinas como essa, esse lugar se chama Negril.

 

Qual a melhor época para ir a Jamaica

Como em todo o Caribe, a presença dos raios de sol são uma constante nos dias da ilha, salvo claro algumas poucas exceções. O clima na Jamaica é tropical e bem quente, em sua grande maioria os dias registram temperaturas acima dos 28°.

O período mais seco na região está entre os meses de dezembro e maio, época de alta temporada, entre os meses de junho e novembro o clima é mais úmido e há possibilidade de furacões, ou seja, melhor evitar esses meses né!?

Porém como dito no início, o sol no caribe está presente praticamente nos 365 dias do ano, o meu período na Jamaica foi em maio, e choveu apenas por 30 minutos no dia que cheguei.

O que fazer na Jamaica

Os locais mais procurados por turistas são Montego Bay, Negril, Ocho Rios e a capital Kingston. Como a Jamaica é uma ilha do Caribe já da pra imaginar que os maiores atrativos do país são as praias certo!? Claro que há diversas coisas para se fazer, explorar o centro da ilha também pode ser uma experiência incrível já que a natureza é rica e exuberante, mas as praias realmente são o ponto alto do país.

Como um ser apaixonado por praias, escolhi Negril como destino a ser explorado. A região é repleta de belíssimas praias, fica próxima a três lugares que eu queria muito conhecer, o famoso Blue Hole, a YS Falls e o Rick´s Café, famoso por ficar a beira de penhascos onde os turistas se jogam no mar.

Encontre o Seguro Viagem ideal para você com o comparador da Real Seguros.

Como chegar em Negril

Estando em Montego Bay os pontos de maior interesse turísticos estão em Ocho Rios (ao leste) e Negril (ao oeste),e você pode chegar nesses lugares de ônibus, taxi ou então alugar um carro (melhor opção).

mapa da Jamaica

São aproximadamente 90Km de Montego Bay até Negril

O tempo de viagem indo de carro ou de transfer contratado é de aproximadamente 1:30 para qualquer um dos dois destinos, já quem preferir se aventurar de ônibus terá que segurar a ansiedade da chegada em pelo menos 2:30.

  • O transfer em média de Montego Bay para Negril fica em US$ 70 por pessoa e por trecho.
  • O aluguel de carro por 7 dias sai por US$ 300  já com taxas.
  • A passagem de ônibus custa em torno de US$ 10.

Há serviços de transfer e passeios oferecidos por todos os hotéis na Jamaica, seja o serviço do próprio hotel ou terceirizado. Porém a melhor coisa a fazer é alugar um carro, isso te dará uma grande liberdade e economia na hora de decidir o que fazer de passeios.

Por exemplo: Um passeio de Negril para a YS Falls que fica há 1:30 de carro foi oferecido pelo hotel por US$ 100 por pessoa, como estávamos em duas pessoas o passeio custaria US$200. De carro gastamos US$ 25 de gasolina ida/volta, US$ 38 de entrada para 2 pessoas, e US$43 da diária do aluguel do carro totalizando US$103, ou seja, uma economia de US$97.

Dica: Se possui um smartphone, use aplicativos de GPS off-line (Google Maps e Here We Go), isso vai te fazer economizar no aluguel de GPS e trará todo o conforto para a sua viagem. Mesmo que você não tenha sinal fora do país, esses aplicativos vão apenas utilizar a localização do seu aparelho, funcionando como um aparelho de GPS padrão sem consumir seu pacote de dados.

Onde se hospedar em Negril

A Jamaica é conhecida também pelos hotéis/resorts de altíssimo padrão que que por consequência possuem um altíssimo preço também. Por isso, escolher onde se hospedar talvez tenha sido a tarefa mais difícil do planejamento da viagem, gastar muito em um hotel luxuoso com tudo incluso ou gastar um pouco menos em um hotel sem tanto luxo? Essa dúvida era constante.

Ao se hospedar em um grande resort all-inclusive é que você acaba “preso” ao luxo do hotel, deixando de explorar mais a cidade e por consequência a culinária local. Por isso, sugiro que você decida primeiro qual o intuito da viagem: relaxar ou explorar? Isso vai te ajudar bastante na escolha da hospedagem.